sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, descarta aumento para o funcionalismo este ano, por causa da rejeição da CPMF

Frase do dia

"Não posso falar em aumento de gastos no momento em que tenho R$ 40 bilhões de rombo nas minhas contas por conta da CPMF. Prefiro primeiro equilibrar o orçamento". (Do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, ao descartar aumento para o funcionalismo este ano)

http://www.tribunadaimprensa.com.br/coluna.asp?coluna=fato

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial