domingo, 22 de dezembro de 2013

MEC autoriza criação de curso de Medicina em Angra dos Reis, Itaboraí e Três Rios e em mais 46 municípios


O Ministério da Educação autorizou a criação de cursos de graduação em medicina em instituições particulares de 49 municípios brasileiros, entre eles, o município de Picos (a 306 km de Teresina). A relação foi divulgada na edição da última sexta-feira (20) do "Diário Oficial da União". 

O município foi um dos pré-selecionados para a implantação da graduação por faculdades, mas no início do próximo ano receberá visitas in loco de comissão de especialistas para verificação da estrutura de equipamentos públicos e programas de saúde existentes. 


A comissão também verificará a proposta de contrapartida de investimentos para o Sistema Único de Saúde (SUS) apresentada pela instituição de ensino.
 
No início do mês, uma lista parcial com 42 cidades foi divulgada e, após análise de recursos, o MEC aceitou o pedido de outros sete municípios. Outros 65 pedidos acabaram indeferidos pelo ministério, segundo a assessoria de imprensa do MEC.

A lista de cidades que, a partir de 2014, entrarão no processo de abertura de novos cursos de medicina, estão em 15 estados:

Bahia: Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro
Ceará: Crato
Espírito Santo: Cachoeiro de Itapemirim
Goiás: Aparecida de Goiânia
Maranhão: Bacabal
Minas Gerais: Contagem, Muriaé, Passos, Poços de Caldas e Sete Lagoas
Pará: Ananindeua e Tucuruí
Pernambuco: Jaboatão dos Guararapes
Piauí: Picos
Paraná: Campo Mourão, Guarapuava, Pato Branco e Umuarama
Rio de Janeiro: Angra dos Reies, Itaboraí e Três Rios
Rio Grande do Sul: Erechim, Ijuí, Novo Hamburgo e São Leopoldo
Rondônia: Vilhena
Santa Catarina: Jaraguá do Sul
São Paulo: Araçatuba, Araras, Assis, Bauru, Cubatão, Guarujá, Guarulhos, Indaiatuba, Jaú, Limeira, Mauá, Osasco, Pindamonhangaba, Piracicaba, Rio Claro, São Bernardo do Campo e São José dos Campos

A assessoria de imprensa do ministério estima que essas instituições criem cerca de 3.500 novas vagas de medicina.

A iniciativa segue o objetivo da lei do programa Mais Médicos sancionada pela presidente Dilma Rousseff que, entre outras coisas, prevê a criação de 11.447 vagas em faculdades de medicina até 2017.


Da Redação
Com informações do MEC e do G1
cidades@cidadeverde.com


Em 22/12/13, 10:41

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial